Compartilhar

Bienal Internacional do Livro de São Paulo começa nesta sexta (3) com o lançamento de mais de 40 obras árabes traduzidas para o português

Bienal Internacional do Livro de São Paulo começa nesta sexta (3) com o lançamento de mais de 40 obras árabes traduzidas para o português

A 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo começa nesta sexta (3) com mais de 1500 horas de programação literária, jornada profissional entre editoras do mercado literário nacional e internacional e participação do Emirado de Sharjah, eleito “Capital Cultural do Mundo Árabe 2014” e “Capital Mundial do Livro em 2019” pela UNESCO. Esta é a primeira vez que uma cidade do Oriente Médio participa da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, trazendo toda a sua riqueza cultural com atividades de música, dança, gastronomia e literatura da região. Durante o evento, serão apresentadas mais de 40 obras traduzidas do árabe para o português pela primeira vez.

Realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), o evento acontece de 3 a 12 de agosto, no Anhembi, com o apoio do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a CBL e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A participação da cidade-estado na Bienal do Livro também inclui sessões de leitura de poesia com autores árabes, discussões sobre o mercado editorial e shows de música tradicional, além de workshops de decoração de máscaras e fabricação de cestos tradicionais dos Emirados realizados pelo Conselho de Artes Contemporâneas, Irthi.

Ahmed Al Ameri, chairman da Sharjah Book Authority (SBA), entidade que supervisiona a participação na Bienal, afirma: “essa iniciativa é um reflexo da visão e dos esforços de Sua Alteza, o Sheik Dr. Sultan bin Muhammad Al Qasimi, membro do Conselho Supremo e Governante de Sharjah, para estabelecer fortes laços culturais com comunidades em todo o mundo por meio de interação e intercâmbio contínuos”. E adiciona: “Para isso, conduziremos diversas discussões com nossas contrapartes no Brasil e alavancaremos nossa presença em um dos centros literários mais vibrantes da América Latina, além de explorar formas de impulsionar a publicação de traduções em árabe e em português. O Brasil tem uma grande população de descendência árabe e a nossa presença dará ainda mais força à parceria entre os dois países”, disse.

O Emirado também apresentará projetos literários locais, como o “Conhecimento sem Fronteiras”, uma iniciativa para incentivar a leitura que já resultou na distribuição de livros para mais de 42 mil famílias.

Para Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), o convidado internacional trará um brilho especial ao evento e certamente encantará o público de mais de 600 mil visitantes que frequentam a Bienal do Livro. “Será uma oportunidade inédita para jovens, crianças, adultos, profissionais da educação e do livro terem um contato com essa cultura tão rica. A meta é aproximar nossos autores e leitores, fortalecer o relacionamento entre nossos mercados editoriais”, comenta.

Sharjah será representada na Bienal Internacional do Livro de São Paulo por delegações de diversas instituições culturais e acadêmicas, incluindo: Sharjah Book Authority (SBA), Emirates Writers Union, Emirates Publishers Association, Departamento de Cultura de Sharjah, Sharjah Institute for Heritage, Dr. Sultan Al Qasimi Centre for Gulf Studies, Sharjah Media Corporation, UAE Board on Books for Young People, Knowledge without Borders, 1,001 Titles, Al Qasimi Publications, Kalimat Group, NAMA Women Advancement Establishment, Irthi Contemporary Crafts Council, Sharjah Business Women Council (SBWC), e a American University of Sharjah.

Confira a programação do estande do país homenageado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo:

Dia 1 – 03/08
10h às 11h
Leitura de poesia – Com os autores Habib Al Sayegh e Talal Salem e moderação de Shaikha Al Mutairi

11h15 às 11h45 / 13h15 às 13h45
Música da Alma – Show de música árabe apresentando uma seleção oriental com o tocador de alaúde Tarish Saeed Al Hashimi

12h às 13h
Ano de Zayed – Simpósio em comemoração ao centenário do Sheik Zayed bin Sultan Al Nahyan, fundador dos Emirados Árabes. Com participação dos autores Dr. Hamad bin Sarai, Saeed Hamdan e moderação de Khaled bin Qaqa

 

Dia 2 – 04/08
10h às 11h
Leitura de Poesia – Com participação das autoras Saleha Ghabesh e Shaikha Al Mutairi e moderação de Talal Salem

11h00 às 12h00
O sucesso do mercado editorial dos Emirados ao redor do mundo – Painel sobre a possibilidade de desenvolver uma ética comum no mercado editorial em diversos países, com participação de Rashed Al Kous, Mohammed Bin Dakheen e Alyasia Khalifa

12h30 às 13h / 14h20 às 14h50 / 16h15 às 16h45
Música da Alma – Show de música árabe apresentando uma seleção oriental com tocador de alaúde

13h15 às 14h15
Seminário Prosa Atual – Discussão sobre o sucesso do gênero “romance”, com participação de Nasser Al Dhaheri, Sultan Al Ameemi e moderação de Asma Al Zarouni

15h às 16h
Contos folclóricos – Painel de discussão que nos levará a uma jornada de contos, com foco em seu papel e impacto na sociedade dos Emirados. Com H.E. Dr. Abdulaziz Al-Musallam, presidente do Sharjah Heritage Institute; Marco Haurélio, escritor e especialista em contos folclóricos brasileiros; o braço brasileiro do International Board on Books for Young People (IBBY); e moderação por Marwa Al Aqroubi, presidente da UAEBBY

 

Dia 3- 05/08
11h às 12h
Mesa-redonda tradução e e-books – Discussão com participação dos autores Iman Ben Chaibah, Tamer Saeed e Alyazia Khalefa

12h15 às 12h45
Música da Alma – Show de música árabe apresentando uma seleção oriental com tocador de alaúde

13h às 14h
Sessão Literária – Debate sobre os “benefícios de escrever”, com participação dos autores Dr. Habib Gholoum e Khaled bin Qaqa e moderação de Asma Al Zarouni

14h às 15h
“1001 Títulos” – Apresentação de projeto para incentivar a produção de conteúdo original por editoras baseadas nos Emirados Árabes e uma comparação dos mercados de ficção no Brasil e nos Emirados Árabes, com participação de Majd Al Shehhi, Tamer Saeed e autor brasileiro

16h às 18h
Workshop de máscaras – Workshop infantil de duas horas, ministrado pelo IRTHI, onde jovens terão a oportunidade de aprender a tradição dos Emirados em tecelagens de Talli e Safeefah, com artesãos locais

18h15 às 19h15
“Imagine Livros” – Uma discussão profunda sobre ilustrações que transcendem a barreira da linguagem e sobre o papel dos livros ilustrados, especialmente nas vidas de crianças refugiadas. Com Marwa Al Aqroubi, presidente do UAEBBY, Alyazia Alsuwaidi, autora Emirati, e moderação por Karine Pansa

 

Dia 4 – 06/08
10h às 11h
Espelhos do Tempo – Sessão sobre a relação entre literatura e herança cultural e histórica das civilizações, com participação de Asma Al Zarouni e Hareb Aldhaheri e moderação de Shaikha Al Mutairi

11h15 às 11h45 / 13h30 às 14h / 16h30 às 17h
Música da Alma – Show de música árabe apresentando uma seleção oriental com tocador de alaúde

12h às 13h
Publicação Conjunta – Discussão sobre a relação entre os mercados editoriais do Brasil e dos Emirados Árabes, com participação de Tamer Saeed, Iman Ben Chaibah, Luis Alvaro (CBL) e autor brasileiro.

15h às 16h
Conhecimento sem Fronteiras – Apresentação do projeto governamental que resultou na distribuição de livros para mais de 42 mil famílias em Sharjah, com participação de Noura bin Hadiya e Jamelah Haikal

Serviço:

Sharjah na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Data: 3 a 12 de agosto de 2018

Local: Estande G030 – Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo/SP

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Com um investimento de R$ 32 milhões, a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo conta com 1500 horas de atividades, 14 espaços oficiais do evento com atividades relacionadas ao universo literário, 197 expositores e a presença de 291 autores nacionais e 22 internacionais. Saiba mais sobre a participação de Sharjah aqui.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar