Compartilhar

Brazilian Publishers promove programas de apoio à tradução para editoras internacionais

Brazilian Publishers promove programas de apoio à tradução para editoras internacionais

Com o objetivo de fomentar a exportação de conteúdo editorial brasileiro, o Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), criou a Bolsa Tradução Brazilian Publishers. O programa oferece apoio para as editoras estrangeiras que desejam traduzir obras de autores brasileiros para qualquer idioma. A Bolsa Tradução vale até junho de 2019 e conta com verba total de R$ 200 mil. Cada projeto pode receber até R$ 10 mil.

O programa seleciona apenas obras de autores brasileiros, naturalizados ou nascidos no país, e que tenham sido anteriormente publicadas em português no Brasil. Todos os segmentos são contemplados, incluindo livros acadêmicos, científicos, técnicos e profissionais. O programa também abrange reedições de obras brasileiras já traduzidas no exterior que estão esgotadas e fora do mercado há pelo menos três anos.

De acordo com Luís Antonio Torelli, Presidente da Câmara Brasileira do Livro, a Bolsa Tradução é uma oportunidade de expandir a literatura contemporânea brasileira para o mundo. “Nosso projeto busca constantemente criar meios de aproximar as empresas brasileiras de profissionais do mercado internacional para que a nossa literatura, que é tão rica, única e talentosa, possa ser conhecida pelos leitores estrangeiros”, afirmou Luís.

Fundação Biblioteca Nacional também tem programa de Apoio à Tradução e à Publicação de Autores Brasileiros:

A Fundação Biblioteca Nacional do Brasil (FBN), do Ministério da Cultura do Brasil, também oferece apoio à promoção do livro e da literatura nacional no exterior por meio de incentivos financeiros para editoras, instituições culturais e tradutores. Os interessados podem se inscrever nos editais dos programas por meio do site www.bn.br.

O Apoio à Tradução e à Publicação de Autores Brasileiros é voltado para as editoras estrangeiras, que podem solicitar apoio de até US$ 8.000 para a tradução e publicação de obras de autores brasileiros. No caso de reedições, o apoio pode chegar até US$ 4.000. Nos últimos 20 anos, cerca de 700 bolsas foram concedidas a editoras de mais de 40 países. Os interessados devem enviar um e-mail para translation@bn.br

O Apoio ao Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior é voltado para editoras e instituições culturais estrangeiras, que podem solicitar o apoio de até US$ 4.000 para custear as despesas de viagem de escritores brasileiros ao exterior com o objetivo de participar de festivais literários, turnês de divulgação, programas de residência, entre outras atividades profissionais. Os interessados devem enviar um e-mail para intercambioautores@bn.br

O Apoio à Publicação de Autores Brasileiros na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) é voltado para todas as editoras que fazem parte dos estados-membros da CPLP como Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Portugal. As empresas podem solicitar apoio para a publicação de autores brasileiros em seus países. Para saber mais, envie um e-mail para programacplp@bn.br

O Apoio à Residência de Tradutores Estrangeiros no Brasil é voltado para tradutores estrangeiros que estão realizando a tradução de um livro brasileiro. Os interessados podem se candidatar por meio do e-mail tradutoresbrasil@bn.br  e obter uma bolsa para a residência de trabalho e intercâmbio no Brasil.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar