Compartilhar

Conheça as editoras brasileiras que disputam a categoria internacional do Prêmio Jabuti nesta quinta (8)

Conheça as editoras brasileiras que disputam a categoria internacional do Prêmio Jabuti nesta quinta (8)

Os vencedores do 60º Prêmio Jabuti serão anunciados nesta quinta (8) durante uma solenidade organizada pela Câmara Brasileira do Livro, às 19h, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Ao todo, a premiação teve 1963 obras inscritas em 18 categorias. Entre elas, “Livro Brasileiro Publicado no Exterior” que tem quatro editoras brasileiras como finalistas: Grupo Autêntica, Editora Positivo, Companhia das Letras e Panda Books.

As empresas classificadas fazem parte do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A Companhia das Letras é uma das maiores empresas do mercado editorial brasileiro e possui um catálogo ativo de aproximadamente cinco mil títulos. A editora foi selecionada para a categoria internacional por meio da publicação de quatro obras nacionais no exterior: “A Maçã Envenenada”, veiculada pela Editions Buchet/Chastel; “Diário da Queda”, divulgado pela Kafka Kitap; “Fim”, que saiu no exterior pela Restless Books e “Mãos de Cavalo” pela Penguin Books USA.

“O sucesso da Companhia nessa categoria do prêmio, assim como nas outras, é um reflexo da qualidade nosso catálogo. Somado a isso, a indicação é o resultado de um trabalho de muitos anos na venda de direitos para editoras internacionais e uma dedicação especial para o agenciamento internacional dos autores e para as edições estrangeiras”, explicou Fernando Rinaldi, Analista de Direitos da Companhia das Letras.

Com a publicação internacional de “O Barco dos Sonhos” pela Tilbury House Editores, a Editora Positivo chegou à fase final da premiação. Assinada por Rogério Coelho, a obra venceu o Prêmio Jabuti na categoria “Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil” em 2016 e apresenta uma narrativa encantadora onde a realidade e os sonhos se misturam. “Somos uma editora que aposta não somente na publicação de obras, mas também na formação literária que pode e deve começar bem cedo. Ver esse título atravessar fronteiras evidencia que estamos trilhando um bom caminho”, afirmou Joseph Razouk, Diretor Editorial da Positivo.

A editora brasileira Panda Books foi selecionada por meio da publicação internacional de “O Livreiro do Alemão” pela Anacaona Éditions. A obra foi produzida pelo autor Otávio Júnior e revela como um livro que o escritor encontrou no lixo aos oito anos de idade mudou a sua vida. Morador do Complexo do Alemão, um dos locais mais violentos do Rio de Janeiro, Otávio criou o projeto “Ler é 10 – Leia Favela” para apresentar o prazer da leitura para crianças e adolescentes. “Estar entre os finalistas do Jabuti já é um prêmio pelo reconhecimento da importância da obra. Em especial por ser um livro que levou para o público francês a história de um brasileiro que, apesar das adversidades, conseguiu implementar um projeto de leitura para uma parte da população que sofre todo tipo de exclusão social”, salientou Tatiana Fulas, diretora editorial da Panda Books.

O Grupo Autêntica fecha a lista dos finalistas da categoria com a obra “Quando Tudo Começou: Bruna Vieira em Quadrinhos”, que tem ilustração de Lu Cafaggi e foi originalmente publicada com o selo da editora Nemo. A obra conta a história de Bruna Vieira, influencer brasileira que tem 1,9 milhões de seguidores no instagram e mais de 1,3 milhões de seguidores no youtuber. Bruna criou um blog chamado Depois dos Quinze que se destacou na internet e traz conteúdos sobre moda, livros, séries, comportamento, entre outros temas. “Estar entre os finalistas causa um sentimento de dever cumprido em todos nós. Afinal, ter autores publicados em outros países é uma realização muito grande”, disse Arnaud Vin, Editor-Chefe da Nemo.

Categoria “Livro Brasileiro Publicado No Exterior”

O eixo “Inovação – Livro Brasileiro Publicado No Exterior” abrange obras de quaisquer gêneros lançados no exterior (em primeira edição) de autores brasileiros natos, naturalizados ou estrangeiros que possuem residência permanente no Brasil.

Em 2017, o grande vencedor dessa categoria foi a edição da Penguin Random House UK de “Um Copo de Cólera”, do autor Raduan Nassar. Em segundo lugar, ficou “Enigmas da Primavera” publicado pela editora Dalkey Archive Press, com autoria de João Almino, e, em terceiro, “O Irmão Alemão”, de Chico Buarque, divulgado pela Penguin Random House UK, da empresa holandesa De Bezige Bij.

Saiba mais sobre as editoras internacionais indicadas ao Prêmio Jabuti aqui.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar