Compartilhar

Editora da Companhia das Letras é selecionada para o fellowship do Festival de Literatura de Istambul

Editora da Companhia das Letras é selecionada para o fellowship do Festival de Literatura de Istambul

O programa de fellowship do Festival Internacional de Literatura de Istambul acontece entre os dias 17 e 20 de abril e conta com a participação de 13 profissionais do mercado editorial de países como Estados Unidos, Itália, Reino Unido, Sérvia, Hungria e Romênia. Entre eles, está também a brasileira Luara França, editora da Companhia das Letras, empresa que faz parte do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Durante o período, os selecionados irão participar de encontros com editores e autores da literatura turca e sessões de networking. “Espero conversar sobre o mercado editorial mundial durante os encontros e conhecer melhor o mercado turco. Eles também estão passando por uma grande crise nas livrarias, e acho que seria interessante ver como países tão distantes enfrentam problemas semelhantes”, conta Luara.

Em 2019, o programa recebeu mais de 100 inscrições de 20 países. “Além de entrar em contato mais profundo com o mercado turco, participar desse programa é importante para mostrar a produção do Brasil para os outros fellows e saber o que está sendo realizado em outros países”, explica.

De acordo com a profissional, há espaço para a literatura brasileira no mercado turco. “Acredito que exista uma procura mundial por literatura não escrita em língua inglesa, e isso pode beneficiar muito a forma como a literatura brasileira é encarada”, disse.

Como editora dos selos Companhia das Letras, Penguin e Alfaguara, Luara assumiu as obras do autor turco Orham Pamuk há oito meses e está trabalhando na edição de um livro que ainda não foi publicado. “É sempre muito gratificante trabalhar com um autor tão querido como o Pamuk. O mais interessante de trabalhar com autores consagrados é ver como a escrita pode mudar em diferentes fases da vida, e cada uma pode ter seu ponto especial”, finaliza.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar