Compartilhar

Títulos de editoras do Brazilian Publishers compõe a lista de mais vendidos da Nielsen PublishNews

Títulos de editoras do Brazilian Publishers compõe a lista de mais vendidos da Nielsen PublishNews

Em julho, as editoras Companhia das Letras, Melhoramentos e Girassol tiveram obras ranqueadas na lista de mais vendidos da Nielsen PublishNews, nas categorias “Ficção” e “Não-Ficção”. A relação apura os autores nacionais mais vendidos em livrarias, supermercados e lojas de autoatendimento no Brasil. As três editoras fazem parte do Brazilian Publishers – projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Na categoria “Ficção”, a obra “Uma mulher no escuro” (Companhia das Letras), de Raphael Montes, continua em primeiro lugar na lista, posição que ocupa desde sua estreia. A mesma editora também ficou na 12ª posição com “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa. Ainda na mesma categoria, a Melhoramentos ocupou os 7º e 9º lugares com “Meu pé de laranja lima”, de José Mauro de Vasconcelos, e “O menino maluquinho”, de Ziraldo. Já a obra de Maurício de Sousa publicada pela Girassol “Turma da Mônica: Contos da Carochinha” ficou em 16º lugar.

Na categoria “Não-Ficção”, a Companhia das Letras reaparece com o título “Sobre o autoritarismo brasileiro”, de Lilia Moritz Schwarcz, ranqueada na 18ª posição.

A lista de livros mais vendidos é elaborado a partir da soma das vendas de livrarias selecionadas, portanto é uma amostra e não o universo da venda de livros no Brasil. Nele, é possível verificar as obras mais populares de forma geral ou de acordo com o gênero (ficção, não ficção, autoajuda, infantojuvenil e negócios), além de selecionar o período por semana, mês ou ano.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar