Compartilhar

Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha conta com a participação de 18 editoras brasileiras

Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha conta com a participação de 18 editoras brasileiras

A Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha acontece entre os dias 1 e 4 de abril e conta com a participação de 18 editoras brasileiras. A delegação é encabeçada pelo Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Confira a lista completa das empresas aqui.

Em 2018, a participação brasileira superou as expectativas movimentando US$ 400 mil em exportações durante a feira. Para este ano, a estimativa inicial é de US$ 350 mil. “A presença brasileira em eventos internacionais tem gerado resultados cada vez melhores para o fortalecimento do conteúdo editorial nacional. A Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha é de extrema relevância para segmento de livros infanto-juvenis e uma grande oportunidade para realizar negócios com profissionais de diversos países”, afirma Fernanda Dantas, Gerente de Relações Internacionais da CBL e Gerente do Brazilian Publishers.

Fundada em março de 2018, a Arole Cultural é uma das empresas que participam do evento pela primeira vez. “O reconhecimento do público durante 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo nos deu coragem para trilhar caminhos internacionais. Nossas expectativas para a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha são enormes e pretendemos apresentar a coleção infantil “O Livro dos Orixás para Crianças”, que apresenta a história, os costumes, as características e a força da natureza dos Orixás, que são divindades pertencentes às religiões afro-brasileiras”, explica o diretor e fundador da editora, Diego de Oxóssi.

De acordo com Diego, o primeiro volume da coleção “Conhecendo os Orixás: de Exu a Oxalá” foi lançado em dezembro de 2018 e vendeu dois mil exemplares em 30 dias. “A principal importância em se apresentar livros infantis e infanto-juvenis como a coleção “Orixás Para Crianças” é que eles são uma maneira de dar visibilidade e voz às crianças negras para que elas se reconheçam como sujeitos numa sociedade historicamente excludente. Isso contribui para que elas possam se tornar vetores da reconstrução de um futuro mais justo e menos preconceituoso”, diz Diego. E ainda acrescenta: “Vemos Thor, Zeus, e outros deuses e deusas brancos, expoentes da mitologia grega no cinema e na grande mídia e tratamos isso com naturalidade. Por que não vemos os Orixás da mesma maneira? Se você aprende que Zeus é o deus do trovão, por que não pode aprender que Xangô é o deus do trovão e da justiça?”, finaliza.

Editora Cortez publica títulos em árabe após negociação realizada durante a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha

Durante a última edição da Feira de Bolonha, a editora Cortez negociou a venda dos direitos dos livros “Brisa na Janela” (2016), “A Cidade dos Carregadores de Pedras” (2012) e “Na Janela do Trem” (2013). As três obras infantis foram publicadas nos Emirados Árabes Unidos pela editora AlHudhud Publishing & Translation em 2018.

Para este ano, o assessor internacional da editora, Erivan Gomes, pretende reforçar o relacionamento com os profissionais do mercado internacional. “Minha expectativa é manter os contatos que já foram realizados. O mercado editorial é muito dinâmico e com muita oferta. Então, é muito importante dar continuidade ao relacionamento com os profissionais internacionais. Pode ser que um editor que não estava interessado em temas antigos, podem estar agora”, conta Erivan. Confira os livros das editoras no catálogo de livros e direitos autorais do Brazilian Publishers.

 



Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar