Compartilhar

Participação brasileira na Feira do Livro de Frankfurt 2018 gera US$ 700 mil em negócios

Participação brasileira na Feira do Livro de Frankfurt 2018 gera US$ 700 mil em negócios

A Feira do Livro de Frankfurt ocorreu de 10 a 14 de outubro e contou com a presença de 27 editoras nacionais, que participaram do evento com o apoio do Brazilian Publishers – projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Durante o evento, foram realizadas mais de 500 reuniões que geraram US$ 700 mil em expectativas de negócios fechados e previsão para os próximos 12 meses.

“No ano passado, foram gerados U$S 680 mil em expectativas de negócios. Em 2018, esse valor aumentou e isso só mostra que as ações de exportação do conteúdo editorial brasileiro que fazemos geram resultados para as editoras que fazem parte do Brazilian Publishers e para todo o mercado, já que a literatura brasileira está alcançando leitores de outros países”, afirmou Luiz Alvaro Salles Aguiar de Menezes, Gerente de Relações Internacionais da Câmara Brasileira do Livro e Gerente do Brazilian Publishers.

As reuniões foram realizadas com profissionais de diversos países, como África do Sul, Alemanha, Argentina, Bélgica, Colômbia, Coréia do Sul, Croácia, Egito, Estados Unidos, França, Grécia, Portugal, entre outros.

Além das editoras, o evento contou com a participação de três autores brasileiros: João Paulo Cuenca, autor de “O Dia Mastroianni” (2007) e “O Único Final Feliz Para Uma História de Amor É Um Acidente” (2010); Bianca Santana, de “Quando Me Descobri Negra” (2015); e Geovani Martins, de “O Sol Na Cabeça” (2018). Durante o evento, Geovani anunciou que vendeu os direitos de “O Sol Na Cabeça” para a produtora RT Features, que vai começar a produzir um filme baseado em seu livro já em 2019.

O Brasil também foi selecionado para o programa de Fellowship de Frankfurt, que recebeu inscrições de 105 candidatos de 42 países. A editora brasileira da Harper Collins, Alice Mello, se reuniu com profissionais do mercado editorial para troca de informações, rodadas de negócio e networking. Durante duas semanas, os participantes visitaram diversas casas editoriais e livrarias alemãs, participaram de reuniões com players e conheceram a Feira do Livro de Frankfurt.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar