Compartilhar

Evento Primavera Literária promove debate sobre a internacionalização

Evento Primavera Literária promove debate sobre a internacionalização

Entre os dias 15 e 18 de agosto, o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte recebe a quarta edição da Primavera Literária. A programação inclui debate sobre a internacionalização com a presença de Fernanda Dantas, gerente de relações internacionais da CBL e gerente do Brazilian Publishers —projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O evento promovido pela Libre (Liga Brasileira de Editoras), organização de editoras independentes, é uma iniciativa voltada para o fomento da produção literária e do hábito da leitura. Entre as atrações, está uma feira literária com a presença de 40 editoras e autores, com destaque para Ana Martins Marques e Ricardo Lísias, além de contação de histórias, debates, oficinas e seminários. Há ainda na programação uma batalha de slam, com nomes da cena de Belo Horizonte como a poeta Nívea Sabino e os rappers Douglas Din e Roger Deff.

A mesa “Os independentes no mundo”, aborda a temática da internacionalização da literatura brasileira. Fernanda Dantas divide o debate com Nathan Magalhães, da Editora Moinho e Dênia Abroad. A mediação será de Ricardo Costa, da Meta Books. De acordo com Fernanda é muito importante falar sobre as possibilidades de publicação no exterior para autores independentes. “Será uma oportunidade interessante de trazer essa discussão para os escritores de Belo Horizonte. A mesa está com nomes de peso, então as expectativas são as melhores”, conta.

De acordo com Raquel Menezes, presidente da Libre, um dos objetivos do evento é mostrar toda a bibliodiversidade que as editoras independentes promovem por meio de seu trabalho. A Primavera Literária já teve 19 edições realizadas no Rio de Janeiro, além São Paulo e há quatro anos também acontece em Belo Horizonte. “A programação contempla mesas sobre o mercado, atividades infantis, um seminário para professores e mesas para o público em geral. A ideia é manter em BH o espírito agregador e a diversidade de gêneros, raças e idades”, conta Raquel.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar