Compartilhar

Segmento infanto-juvenil brasileiro marca presença na Feira do Livro de Frankfurt

Segmento infanto-juvenil brasileiro marca presença na Feira do Livro de Frankfurt

Entre os dias 16 a 20 de outubro, acontece um dos eventos mais esperados do ano para o mercado editorial: a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha. A delegação conta com 28 editoras, sendo que 13 destas trabalham com o segmento de literatura infanto-juvenil.

A participação brasileira na 71ª edição do evento tem o apoio do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Entre as editoras infanto-juvenis no grupo estão nomes como Callis, Girassol, Editora Melhoramentos, FTD Educação, Cedic International Inc, Editora do Brasil, Ciranda Cultural, Editora Loyola, Carochinha, Editora IMEPH, TODOLIVRO, Estação Liberdade, Dsop Financial Education e Arole Cultural.

A Gerente de Relações Internacionais da CBL e Gerente do Brazilian Publishers, Fernanda Dantas, comenta que as editoras brasileiras do segmento infanto-juvenil costumam se destacar em eventos internacionais principalmente pelas ilustrações. “Os artistas que criam para esse segmento são reconhecidos internacionalmente. Temos muitos nomes de sucesso já inseridos no mercado internacional e detentores dos principais prêmios da categoria.”

Na edição do ano passado, a delegação brasileira gerou US$ 700 mil, entre expectativas para os próximos 12 meses e negócios fechados durante o evento. Ainda segundo Fernanda Dantas, tudo indica que esta edição tem potencial de gerar ótimos resultados.

“Com uma delegação como essa, com certeza as editoras brasileiras conseguem se destacar, atrair olhares dos compradores e fechar negócios”, finaliza. 

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.

voltar