75ª edição da Feira do Livro de Frankfurt contará com a participação de mais de 20 editoras brasileiras e autora premiada

16/10/2023

Entre os dias 18 e 22 de outubro, acontece a 75ª edição da Feira do Livro de Frankfurt. O evento recebe 24 empresas brasileiras participantes do Brazilian Publishers — projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) —, além da poeta Luiza Romão, vencedora do Prêmio Jabuti 2022 nas categorias Poesia e Livro do Ano. 

Compõem a delegação com destino à cidade alemã as seguintes empresas: Árvore, Bom Bom Books, Callis, Ciranda Cultural, Clube de Autores, EDUSP, Faro Editorial, Girassol, Global Editora, Lux Editora, Melhoramentos, Mil Caramiolas, Online Editora, Ôzé, Pé da Letra, Pergunta Fixar, Revista Internacional Destaque Nordeste, Ronaldo Andrade, SENAC SP, SESC SP, Todavia, UNESP, Viajante do Tempo, VR Editora. Sevani Matos, presidente da Câmara Brasileira do Livro, e Karine Pansa, diretora da CBL e presidente da International Publishers Association (IPA), também estarão presentes e participarão de uma série de encontros e reuniões, começando pela cerimônia de abertura, que acontece no dia 17, às 17h.

A programação do estande brasileiro na edição deste ano inclui um matchmaking com café da manhã (exclusivo para convidados), que será realizado às 9h do dia 18. Também neste dia, às 11h, Sevani participa do painel Publishing Perspectives Forum, enquanto Karine participa dos encontros “Sustainability Summit”, “Freedom to Publish”, entre outros. Já a tradicional Caipirinha Hour promete reunir profissionais do mundo inteiro para um encontro em clima descontraído de Happy Hour, que acontece no dia 19, a partir das 16h30. No dia 20, às 17h, a autora Luiza Romão participa de uma apresentação de sua obra “Também guardamos pedras aqui”. 

“A relevância da Feira do Livro de Frankfurt se estende não apenas à indústria editorial, mas também à promoção da diversidade cultural e à difusão de ideias globalmente”, afirma Sevani Matos. “A Feira de Frankfurt serve como uma vitrine para a literatura brasileira, possibilitando que autores e editoras brasileiras alcancem um público global, o que não apenas aumenta a visibilidade internacional de seus trabalhos, mas também promove a troca de conhecimento e a compreensão cultural entre o Brasil e o resto do mundo”, conclui.

Para Rayanna Pereira, coordenadora de relações internacionais da CBL e do Brazilian Publishers, a presença brasileira na Feira do Livro de Frankfurt destaca a diversidade literária do país, que vai além das obras de autores já consagrados internacionalmente, como Machado de Assis e Clarice Lispector. Essa exposição global também abre portas para negociações de traduções, acordos editoriais e parcerias internacionais, o que pode impulsionar a disseminação da literatura brasileira em diferentes idiomas.

Na edição passada, as empresas brasileiras participantes prospectaram US$ 928 mil em novos negócios, entre acordos fechados e expectativas, superando a estimativa inicial de US$ 600 mil. A delegação também estabeleceu mais de 170 novos contatos comerciais com representantes editoriais de outros países. Na ocasião, o mercado editorial brasileiro foi representado por um total de 21 editoras. 

Sobre a CBL

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) é uma associação sem fins lucrativos que representa editores, livreiros, distribuidores e demais profissionais do setor. Há 77 anos, atua em diversas frentes sempre com o propósito de promover o acesso ao livro e a democratização da leitura em todo o país, além de divulgar a literatura brasileira no mercado internacional. Desde março de 2020, a CBL é a Agência Nacional do ISBN e, no mesmo período, lançou uma plataforma digital que reúne os serviços prestados de maneira integrada e dinâmica. Outra atuação forte da entidade está ligada a uma agenda de relacionamento com as mais diversas esferas públicas e governamentais visando debater pautas e políticas importantes para o setor. Todas as ações são pensadas com um olhar estratégico e sensível de quem acredita no poder transformador dos livros para a sociedade.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, que visa promover o setor no mercado global de maneira orientada e articulada. A iniciativa é resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), que atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Desde sua criação, o projeto já ajudou mais de 100 empresas brasileiras a darem os primeiros passos na internacionalização, além de contribuir para a disseminação da literatura brasileira no mercado editorial global por meio de ações como o Catálogo de Livros e Direitos Autorais e uma categoria no tradicional Prêmio Jabuti dedicada a reconhecer editoras internacionais que publicam livros brasileiros. Para participar, basta acessar www.brazilianpublishers.com.br/associe-se, preencher o formulário e enviar o termo de adesão assinado.

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a ApexBrasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira, entre outras plataformas de negócios, que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.