Adélia Prado será a homenageada da 62ª edição do Prêmio Jabuti

26/03/2020

“O que sinto escrevo. Cumpro a sina. Inauguro linhagens, fundo reinos”. As palavras compõem o poema “Com licença poética”, da escritora brasileira Adélia Prado, que neste ano recebe o reconhecimento de personalidade literária da maior premiação do mercado editorial Brasileiro: o Prêmio Jabuti. A 62ª edição do prêmio realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) acontece em setembro, na cidade de São Paulo, e já está com inscrições abertas. 

O trecho do poema da escritora, professora e filósofa de 84 anos, descreve bem sua trajetória na literatura brasileira: marcante e singular. Em live sobre a premiação, o curador do Jabuti, Pedro Almeida, conta que Adélia tem uma produção sólida, da qual ele define como “maravilhosa, emocionante”. 

“Uma pessoa que começou a produzir literatura tardiamente, por volta dos 40 anos, mora em Divinópolis até hoje, que tem uma clareza tão boa e, ao mesmo tempo, uma simplicidade exagerada. Nós ficamos emocionados quando falamos com ela sobre o prêmio e a homenagem, e ela ficou emocionada quando recebeu a notícia”, relata Pedro.

De acordo com o curador, a escolha pelo nome de Adélia veio justamente pela importância que a escritora tem para a literatura brasileira. “Ela trouxe muita coisa nova, ousada, universal”, ele complementa.

Foi em 1976 que Adélia Luzia Prado Freitas, aos 40 anos, publicou o seu primeiro livro, intitulado “Bagagem”. A obra foi apadrinhada por ninguém mais, ninguém menos do que Carlos Drummond de Andrade. O poeta, contista e cronista, considerado por muitos o mais influente escritor brasileiro, foi quem sugeriu a Pedro Paulo de Sena Madureira, da Editora Imago, que publicasse o título de Adélia. 

Dois anos depois, em 1978, seu livro de poemas “O Coração Disparado” recebeu o Prêmio Jabuti, e então alçou voos para outros países. Desde então Adélia recebeu muitas outras condecorações nacionais e internacionais, entre elas, o maior prêmio canadense de poesia, o Griffin. Como reconhecimento de seu talento, sua obra é estudada em universidades de todos os continentes.

Inscrições abertas

Desde o dia 17 de março, o Jabuti está com inscrições abertas para publishers internacionais que publicaram livros de autores brasileiros natos, naturalizados ou estrangeiros com residência permanente no país. O prazo para entrar na corrida pela estatueta vai até o dia 30 de abril.  

Cheia de novidades, a edição de 2020 conta com uma nova categoria, Romance de Entretenimento, que premia autores brasileiros de ficção normalmente não contemplados pelos prêmios de literatura. O Jabuti totaliza 20 categorias, uma a mais do que o ano passado. 

Para acessar o regulamento clique aqui. As inscrições do Prêmio Jabuti 2020 podem ser realizadas por meio do site www.premiojabuti.com.br.