Bienal do Livro de São Paulo, maior evento do mercado editorial brasileiro, é adiada

22/06/2020

A 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o evento mais importante do mercado editorial brasileiro, foi oficialmente adiada na última sexta-feira (19). A feira acontece a cada dois anos na cidade de São Paulo desde 1970, reunindo editoras brasileiras e estrangeiras aos fãs da literatura no país. A expectativa de público para 2020 era de mais de 4 mil pessoas por dia. Com isso, a Jornada Profissional, que iria acontecer durante o evento, será realizada de maneira digital.

A Jornada Profissional é um evento de matchmaking entre editoras brasileiras e casas globais promovido pelo Brazilian Publishers — projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Em sua última edição, em 2018, as rodadas contaram com a presença de 58 editoras nacionais e internacionais, que geraram US$ 735.900 mil em expectativas de negócios. Neste ano, elas acontecem pela segunda vez, porém por meio do aplicativo do Brazilian Publishers.

Em comunicado, a CBL declarou que o adiamento da Bienal acontece por conta da pandemia de coronavírus, visando “garantir a saúde e segurança dos visitantes, autores, expositores, parceiros e colaboradores. Esta é a principal preocupação diante da crise”.

De acordo com Vitor Tavares, presidente da CBL, “a intenção do adiamento é garantir que o público e as empresas possam voltar a frequentar o espaço físico do evento em segurança e com responsabilidade”. Tavares ressalta que “em 2022, vamos oferecer novas formas de interação entre leitores, escritores e expositores para uma experiência ainda melhor.”

Fernanda Dantas, gerente executiva do Brazilian Publishers, completa: “É um movimento natural para todos os eventos deste porte, então já esperávamos por essa decisão. Com o lançamento do nosso aplicativo em maio, sinto que já preparamos o terreno para este acontecimento e para que as rodadas de negócio continuem acontecendo”.

Para este ano, todas as ações de matchmaking do Brazilian Publishers irão acontecer no aplicativo do Programa. Nele, há ainda informações sobre o mercado brasileiro, acesso ao guia de internacionalização do setor, área para a inscrição em eventos internacionais e notificações sobre ações exclusivas. As empresas apoiadas terão também o acesso a um espaço para o agendamento de reuniões virtuais. Saiba mais por aqui.

A Bienal de Livro de São Paulo volta a acontecer em 2022.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.