Bolsa de Apoio à Tradução leva obras brasileiras ao público internacional

16/04/2020

Com o objetivo de fomentar a tradução de obras brasileiras e expandir o alcance da produção editorial, o Brazilian Publishers, mais uma vez, disponibiliza a Bolsa de Apoio à Tradução. As editoras participantes do projeto setorial de internacionalização do mercado do livro —  realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) –, em colaboração com um publishers globais, podem solicitar o auxílio à tradução de obras brasileiras para qualquer língua estrangeira. 

A bolsa apoia títulos de todos os segmentos de escritores brasileiros, naturalizados ou nascido no país, e que tenham sido anteriormente publicadas em português no Brasil. Além disso, a editora internacional beneficiada deve estar estabelecida em seu país de origem. 

O programa também abrange reedições de obras brasileiras já traduzidas no exterior que estão esgotadas e fora do mercado há pelo menos três anos. As inscrições para a bolsa vão até o dia 31 de dezembro de 2021 e contam com verba total de R$ 267 mil, sendo que cada projeto pode receber até R$ 10 mil.

“A Bolsa de Apoio à Tradução busca fomentar a internacionalização de obras brasileiras mundo afora. Dessa maneira, a nossa literatura, que é tão rica, única e talentosa, pode ser conhecida pelos leitores estrangeiros com maior facilidade”, explica a gerente de relações internacionais da CBL e gerente do Brazilian Publishers, Fernanda Dantas.

Do Brasil para o mundo

No final de 2019, o livro brasileiro “O Governador do Sertão” cruzou fronteiras e chegou ao México. A versão em espanhol contou com o apoio da Bolsa Tradução. A obra foi lançada oficialmente durante a última edição da Feira Internacional do Livro de Guadalajara, que aconteceu entre 30 de novembro e 8 de dezembro do ano passado.

Com nome muito semelhante ao título em português, a versão na língua estrangeira se chama “El Gobernador del Sertón”. O lançamento da obra em espanhol é resultado de um matchmaking entre a editora brasileira Jaguatirica, participante do Brazilian Publishers, e a mexicana Abismos Editorial. As duas publishers fizeram negócios durante a edição de 2018 da Feira Internacional do Livro de Frankfurt. O trabalho de tradução e editoração do livro levou pouco mais de um ano, até ser lançado em Guadalajara.

Outras duas obras contemplada pela bolsa foram  “O Garoto Quase Atropelado”, de Vinicius Grossos, e “O Vale dos Mortos”, de Rodrigo de Oliveira, ambas publicadas no Brasil pela Faro Editorial. Foi na Bienal do Livro de São Paulo, em 2018, que a editora colombiana El Tiempo Casa Editorial se interessou pelos títulos.  “O editor (colombiano) esteve em São Paulo e viu o movimento em nosso estande. Ele quis conhecer nossa produção em livros de entretenimento, pois presenciou as filas de autógrafos para vários autores. Assim decidiu analisar as obras de Vinicius e Rodrigo. Logo após o evento, já começamos as negociações”, conta Pedro Almeida, diretor da Faro Editorial.

De acordo com Pedro o recurso da bolsa foi fundamental para o alcance internacional das obras. “Foi somente por causa dele que a negociação avançou, pois quebramos uma barreira ao financiar a versão para o espanhol”, ressalta Pedro.

Para saber mais sobre o auxílio, e levar títulos nacionais para outros países, clique aqui.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.