Brasil é convidado de honra na FILBo, em Bogotá, e presença confirmada na Feira do Livro de Buenos Aires

11/04/2024

Durante o mês de abril, o Brasil marcará presença em duas feiras importantes para o mercado editorial latino-americano. Entre os dias 17 de abril e 3 de maio, o país é convidado de honra da Feira Internacional do Livro de Bogotá (FILBo), com o tema “Ler a natureza”. O evento reúne a diversidade cultural brasileira com a biodiversidade, traduzidas em uma bibliodiversidade contemporânea. Já entre os dias 25 de abril e 13 de maio, participa da Feira Internacional do Livro de Buenos Aires.

O Brazilian Publishers — projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) — apoia a delegação brasileira em ambos os eventos, promovendo a programação de negócios entre editoras do Brasil e casas internacionais interessadas nos direitos autorais de obras nacionais. 

Em Bogotá, 12 empresas expõem as suas novidades no pavilhão de convidado de honra, organizado pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), e participam das rodadas no salão de negócios do evento, são elas: Jujuba, FUNCAMP, Pingo de Luz, Ateliê da Escrita, Global Editora, Mil Caramiolas, Solisluna, Panda Books, Mais Ativos, Ôzé Editora, Callis e a Companhia das Letras. A delegação será composta, também, por Sevani Matos, presidente da CBL; Fernanda Garcia, diretora-executiva da câmara; Rayanna Pereira, coordenadora do projeto de internacionalização, e Ana Claudia Paiva, analista de relações internacionais do Brazilian Publishers. 

A Feira do Livro de Bogotá é uma plataforma importante para promover o intercâmbio cultural e comercial entre os países latino-americanos, oferecendo uma oportunidade única para os profissionais do livro estabelecerem contatos, negociarem direitos autorais e ampliarem sua rede de distribuição no mercado internacional. Para a edição deste ano, estima-se que a participação brasileira resulte em US$ 215 mil dólares em novos negócios e expectativas para os próximos meses.

No dia 18 de abril, 10h, a presidente Sevani participará da mesa “La librería como agente cultural” (A livraria como agente cultural), na qual conversará com os livreiros Guillermo Rivas, presidente da Asociación Peruana de Librerías Independientes (APLI) e Violeta Gómez, membra da Asociación Colombiana de Librerías Independientes (ACLI). A moderação será de Édgar Blanco, da Asociación Colombiana de Librerías Independientes (ACLI).

“É uma honra para o Brasil ser, pela segunda vez, o país homenageado na Feira Internacional do Livro de Bogotá. Esse novo reconhecimento ressalta ainda mais a importância da literatura brasileira em terras colombianas. Há anos, a CBL, em parceria com a ApexBrasil, garante a presença brasileira neste evento, e com certeza nesse ano teremos ainda mais visibilidade para as editoras”, destaca Sevani. 

De acordo com a organização da FILBo, o Pavilhão Brasil terá três mil metros quadrados dedicados a exposições, contendo apresentações em audiovisual e homenagens a nomes representativos da literatura brasileira.  Além de uma comitiva de escritores robusta, com nomes como Raphael Montes, Daniel Munduruku e Rita Carelli, o Governo Federal também levará editores, livreiros, mediadores e promotores de leitura para participar das jornadas profissionais, rodadas de negócios e dos encontros de promoção da leitura e da literatura. 

Feira do Livro de Buenos Aires

Enquanto isso, em Buenos Aires, o mercado editorial brasileiro será representado por profissionais da Panda Books, EDUSP, Callis, Mil Caramiolas, AllBook, Global Editora e Rayanna Pereira. 

O estande do Brasil no evento irá sediar reuniões de editoras nacionais com profissionais de toda a América Latina. Durante a 48ª edição do evento organizado pela Fundación El Libro, também será divulgado o catálogo de direitos autorais do Brazilian Publishers em espanhol. 

A Embaixada do Brasil no país, por meio do projeto Destinação Brasil, promove a ida de uma comitiva com 7 autores que irão divulgar a nossa literatura durante o evento. Andrea del Fuego, Luiza Romão, Leonardo Valente, Sérgio Rodrigues, Michel Laub, Jean Candido Brasileiro e Gilberto Schwartzmann compõem o grupo. 

Para Rayanna, a participação da delegação brasileira em Buenos Aires fecha uma sequência de eventos literários fortes. “Buenos Aires encerra uma verdadeira maratona, que começa em Bolonha no começo de abril. Para todas essas feiras, estamos levando uma delegação diversa, forte e muito capacitada para negociar com editores do mundo todo”, finaliza. 

Sobre a Feira Internacional do Livro de Bogotá

A FILBo é realizada desde 1988 pela Câmara Colombiana do Livro e a Corferias. Para este ano, a programação será voltada para o mundo da natureza e da preservação do planeta. A feira vai contar com mais de duas mil atividades culturais, com cerca de 500 convidados nacionais e internacionais, representando 25 países de todo o mundo. 

Sobre a Feira Internacional do Livro de Buenos Aires

A feira argentina é realizada desde 1977 com o objetivo de promover o intercâmbio entre editores e empresas literárias de todo o mundo. Para este ano, o foco será nas novidades relacionadas a literatura, serviços, lazer, franquias, artes e muito mais. 

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, que visa promover o setor no mercado global de maneira orientada e articulada. A iniciativa é resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), que atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia do Brasil. Desde sua criação, o projeto já ajudou mais de 100 empresas brasileiras a darem os primeiros passos na internacionalização, além de contribuir para a disseminação da literatura brasileira no mercado editorial global por meio de ações como o Catálogo de Livros e Direitos Autorais e uma categoria no tradicional Prêmio Jabuti, dedicada a reconhecer editoras internacionais que publicam livros brasileiros. Para participar, basta acessar www.brazilianpublishers.com.br/associe-se, preencher o formulário e enviar o termo de adesão assinado.

Sobre a CBL

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) é uma associação sem fins lucrativos que representa editores, livreiros, distribuidores e demais profissionais do setor. Há 77 anos, atua em diversas frentes sempre com o propósito de promover o acesso ao livro e a democratização da leitura em todo o país, além de divulgar a literatura brasileira no mercado internacional. Desde março de 2020, a CBL é a Agência Nacional do ISBN e, no mesmo período, lançou uma plataforma digital que reúne seus serviços de maneira integrada e dinâmica. Outra atuação forte da entidade está ligada a uma agenda de relacionamento com as mais diversas esferas públicas e governamentais para debater pautas e políticas importantes para o setor. Todas as ações da entidade são pensadas com um olhar estratégico e sensível de quem acredita no poder transformador dos livros para a sociedade.

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a ApexBrasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira, entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.