Brasil encerra participação na Feira Internacional do Livro de Guadalajara 2021 com vendas de livros positiva e expectativa de negócios futuros

14/12/2021

Entre os dias 27 de novembro e 5 de dezembro, aconteceu a Feira Internacional do Livro de Guadalajara (FIL). O Brazilian Publishers – projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) – marcou presença no evento por meio de um estande exclusivo, que contou com o apoio da Embaixada do Brasil no México, e da presença das editoras Girassol Brasil, Callis, Global e Bibliex.

Além de sediar reuniões de negócios e ter uma programação exclusiva, o espaço brasileiro também promoveu a venda de livros de diversos autores brasileiros e de diferentes casas editoriais. Durante o evento, o volume de venda de livros no estande superou a marca de duzentos exemplares, todos de autores brasileiros, gerando uma receita direta de aproximadamente cinco mil dólares. 

Apesar de contar com um número reduzido de editoras no estande, ainda por conta da pandemia, quem esteve presente realizou bons negócios. Em uma apuração inicial, estima-se que o volume supere os US$100 mil, entre vendas de livros, direitos e serviços no evento e para os próximos 12 meses.

A participação de autores brasileiros na programação do evento ficou a cargo do projeto Destinação Brasil. Participaram de mesas e apresentações os escritores Claudia Lage, Marcelo Labes, Oscar Nakasato, Tiago Ferro e a professora Tânia Rösing.

“Estamos muito felizes pelo sucesso do Brasil na Feira Internacional do Livro de Guadalajara 2021. Esse evento marcou a retomada à nossa rotina presencial e nos deixou ainda mais motivados para o ano que vem”, cita Fernanda Dantas, gerente executiva do Brazilian Publishers. 

Além da programação da feira, a delegação brasileira também contou com uma agenda repleta de atrações. No dia 28 de dezembro, aconteceu a reunião de apresentação Eduardo Kruel como o novo presidente do Fórum Educacional da América Latina, que promove o valor da publicação educacional. Kruel é o primeiro brasileiro a ocupar a posição, que representa toda a América Latina. No mesmo dia ocorreu, também, o encontro do Grupo Ibero-americano de Editores (GIE), com a presença de Vítor Tavares, presidente da CBL. Houve, ainda, a palestra de Tânia Rösing, “Literatura infantil e juvenil: apenas para crianças e adolescentes?”, cujo tema foi “Leitores criativos para sempre: do livro aos jogos eletrônicos”.

Já no dia 29, aconteceu um jantar de comemoração aos 125 anos da Associação Internacional de Editores (IPA), em que a vice-presidente, Karine Pansa, discursou. No mesmo dia, na área de negócios da feira, houve o lançamento da versão em espanhol de “Torto Arado”, sucesso de Itamar Vieira Junior, pela editora Textofília

Outro grande destaque do evento ocorreu no dia 30: a premiação IPA Prix Voltaire , que homenageia uma pessoa ou organização que tenha feito uma contribuição significativa para a defesa e promoção da liberdade de publicação no mundo. A cerimônia foi conduzida pela vice-presidente Karine Pansa, que entregou o troféu à vencedora, Rasha Al Ameer.

Já no dia primeiro de dezembro, Fernando Coimbra, embaixador do Brasil no México, visitou o estande brasileiro. Vítor Tavares, presidente da CBL, e sua comitiva, receberam o embaixador. Para encerrar o dia, a delegação brasileira participou de um jantar com a comitiva do embaixador. 

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.