Brazilian Curators: Artur Vecchi destaca 5 títulos imperdíveis de literatura fantástica

10/09/2020

Artur Vecchi, da Avec editora, é o profissional que participa do Brazilian Curators desta semana. A iniciativa é promovida pelo Brazilian Publishers, programa de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em sua seleção, o editor indica cinco títulos de um dos mais antigos estilos de produção literária, a literatura fantástica. O gênero pode ser dividido em três grandes grupos: fantasia, ficção científica e horror. 

Dentro deste pacote estão séries como Harry Potter, Guerra dos Tronos e livros de Stephen King. No Brasil, o estilo é escrito desde o século XIX, e uma referência é o escritor Álvares de Azevedo, que usa lampejos de fantasia com Dr. Benignus, personagem do livro “Noite na Taverna”.   

Segundo Artur, apesar de haver uma grande produção de literatura fantástica para adolescentes, principalmente após o fenômeno Harry Potter, o gênero abrange também outras faixas etárias. “O sucesso se deve pela construção de mundo com regras próprias, criando grandes enredos que seriam impossíveis no nosso mundo”, complementa.

Confira abaixo a seleção:

 

“Fantástico brasileiro: insólito literário do romantismo ao fantasismo”

 Este livro traça a origem da literatura fantástica brasileira desde o século XIX até os dias atuais. E ainda propõe que hoje exista um novo movimento literário chamado de fantasismo, oposto ao realismo.

 

“A batalha do Apocalipse”  

Não se pode falar de literatura fantástica brasileira sem mencionar um dos maiores best sellers da área. Livro de fantasia urbana com anjos, demônios e feiticeiros, e que boa parte se passa no país.

 

 “Viajantes do Abismo” 

Livro distópico com pitadas de retrofuturismo, ficção científica e fantasia, que discute questões políticas, mudanças climáticas, e a destruição do mundo.

 

“Porém Bruxa”

Livro que mistura na medida certa aspectos de investigação e do sobrenatural, e a história se passa totalmente em São Paulo.

 

“A ordem Vermelha: filhos da degradação” 

Este livro, muito bem escrito, contém temas como diversidade e discute várias questões sociais em um mundo de fantasia.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.