Brazilian Curators: editora Márcia Leite indica cinco livros ilustrados que você precisa conhecer

Curators Márcia Leite
12/05/2021

Márcia Leite é a convidada deste mês em mais uma edição da série Brazilian Curators. A iniciativa é promovida pelo Brazilian Publishers, programa de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Márcia é sócia e editora da Pulo do Gato, premiada editora independente especializada em livros ilustrados e ensaios sobre leitura. Escritora de literatura para crianças e jovens, ela tem mais de 30 anos de carreira, atuando também como professora e assessora de língua e literatura.

“Escolher livros ilustrados de produção nacional que merecem destaque no mercado editorial não é tarefa simples”, explica Márcia. “Livros para crianças não são livrinhos, o diminutivo não só subestima a expertise de todos os profissionais envolvidos — e são muitos – bem como seu público leitor”, ela continua.

Ao Brazilian Publishers, a editora selecionou cinco títulos infantis e ilustrados que você precisa conhecer.

A Avó Amarela (Editora Ôzé), de Júlia Medeiros e Elisa Carareto

“Um domingo na casa da avó é uma vida inteira de descobertas, sentimentos e lembranças. A avó era o sorriso da família, alimentava os afetos de seus filhos e netos, construía rituais em torno da mesa, fazia da casa um templo de memórias. Aos olhos da neta, a avó era a cor, os aromas, os gestos inesquecíveis da infância. As ilustrações, de uma poesia desconcertante, conduzem o leitor ao tempo da memória da narrativa, como fotografias antigas e amareladas dos afetos.
Para leitores de qualquer família. Inclusive a sua.”

Prêmio Jabuti – Livro Infantil – 2019
Prêmio FNLIJ 2019 – Autora revelação/ Ilustradora revelação
Altamente Recomendável – Categoria Criança – FNLIJ 2019
Seleção White Ravens 2019
30 Melhores Revista Crescer 2019
Destaques Revista Emília

Adélia (Editora Pulo do Gato), de Jean-Claude Alphen

“Uma porquinha enfrenta os perigos da noite para fazer o que mais ama – ler livros.
Adélia é uma terna homenagem aos livros, à infância e à amizade. Com humor e lirismo, a narrativa problematiza a tênue fronteira que as crianças estabelecem entre o mundo real e a fantasia, noite e dia, busca e encontro. A concisão do texto verbal é acompanhada pela desafiadora sequência narrativa proposta pelas imagens. As ilustrações de traços livres, expressivos, simulam um rascunho, em que a paleta de cinzas ganha movimento e vitalidade ao contrastar com a cor rosa do corpo de Adélia, um verdadeiro ímã para o olhar do leitor.”

Prêmio Jabuti Melhor Ilustração – 2017
Finalista Prêmio Jabuti melhor livro infantil
Selo Altamente Recomendável – FNLIJ 2017
Seleção Cátedra 10 de Leitura Unesco 2016
30 melhores Livros Infantis, Revista Crescer 2017

Quase ninguém viu (Editora Jujuba), de Aline Abreu

“O formato robusto e a primorosa impressão deste livro valorizam ao máximo as ilustrações como cenários inesperados da natureza em suas cores, formas e movimentos singulares. Nada infantilizado, e mesmo assim capaz de provocar o interesse e empatia da criança, o texto traz questões existenciais para leitores de qualquer idade: De onde viemos? O que o outro pode dizer sobre mim? Por que necessito do outro para saber quem sou eu? O que me fará inteiro?”

Prêmio João de Barro de livro ilustrado 2015
Distinção Cátedra Unesco de Leitura 2020
Selo 30 melhores livros Revista Crescer 2020

Rosa (Editora Olho de Vidro), de Odilon Moraes

“Este livro é para adulto ou para criança? Para qualquer leitor que tenha vivido alguma desilusão. Rosa conduz o leitor por um sertão tomado pela cor terrosa, seca e plena de ausência. Ao partir, o pai parte a vida do filho no antes e no depois. As ilustrações e o texto conciso sugerem as margens que afastam pai e filho para que leitor seja a canoa, a ponte, a espera, como em “A terceira margem do rio”, de Guimarães Rosa. Quando um livro ilustrado conta uma história de outra história, esse diálogo se torna homenagem.”

Prêmio FNLIJ – Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil
Prêmio João-de-Barro – Prefeitura de Belo Horizonte
Troféu Monteiro Lobato – Revista Crescer
Catálogo White Ravens
Destaques Emília – Revista Emília
Selo Distinção – Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio

Um dia, um rio (Editora Pulo do Gato), de Leo Cunha e André Neves

“O livro narra o inenarrável: a fala doce e amargurada de um rio que chora sua sina ao ser invadido pela lama devastadora que destrói suas águas, suas margens, os seres que abriga e alimenta pelas regiões por onde passava. Com lirismo e contundência, isento de didatismo, a narrativa poética se encontra com a força das ilustrações como dois rios afluentes que se juntam para dar voz a outras vozes, outras tragédias silenciadas pela ausência efetiva de políticas de proteção ambiental.”

Prêmio Poesia Hors-Concours FNLIJ 2017
Selo Altamente Recomendável FNLIJ 2017
Distinção Cátedra 10 de Leitura Unesco 2016
Finalista Prêmio Jabuti 2017- ilustração
Seleção White Ravens 2017
Lista de Hontra IBBY 2020 – Ilustração
30 Melhores Revista Crescer 2017

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.