Editora Melhoramentos celebra o centenário de José Mauro de Vasconcelos com novas edições e adaptações

Meu Pé de Laranja Lima
10/06/2020

Em 2020, o Brasil comemora o centenário de autor que marcou gerações de leitores no mundo inteiro: José Mauro de Vasconcelos. O escritor deixou legado indiscutível graças ao seu clássico da literatura infantil “O Meu Pé de Laranja Lima”. Ainda no mês de junho, a editora Melhoramentos lança nova edição da obra, além de uma adaptação para os quadrinhos.

A história de Mauro de Vasconcelos chega para o universo de HQ  com roteiro de Luiz Antonio Aguiar, escritor e tradutor vencedor do prêmio Jabuti, e com desenhos de Arthur Garcia, premiado quadrinista brasileiro.

Mesmo mais de 50 anos após o lançamento, “O Meu Pé de Laranja Lima” segue na lista de livros brasileiros mais vendidos. Atualmente, a obra figura na 18ª posição do ranking da Nielsen PublishNews para livros mais vendidos de ficção do mercado brasileiro da semana de 17 de maio.

Por conta do centenário do autor, a Editora Melhoramentos também se dedicou a relançar os 21 títulos de Mauro de Vasconcelos repaginados, com novas capas, ilustrações e uma nova revisão. “Apesar de terem sido também traduzidas para outros idiomas, com sucesso de vendas e projeção no exterior, ainda assim há pouquíssimos estudos sobre as obras de José Mauro de Vasconcelos. Trata-se, com certeza, de uma grande injustiça”, afirma um representante da editora.

“O Meu Pé de Laranja Lima” conta a história de Zezé, um menino cheio de aventuras que faz amizade com um pé de laranja lima, a pequena árvore do quintal de sua casa. Muito perspicaz, Zezé narra as principais lembranças de sua infância abordando questões tão atuais como a diferença de classes e o preconceito no Brasil. “A história se passa no Brasil, mas poderia acontecer em qualquer país do mundo”, diz um representante da editora.

José Mauro de Vasconcelos

Para aqueles que se interessam pelo trabalho do autor, a Melhoramentos indica uma série de livros para diferentes públicos — incluindo a trilogia com “Doidão”, “Meu Pé de Laranja Lima” e “Vamos Aquecer o Sol”.

Ao público infantil, vale a pena conferir clássicos como “Banana Brava, Barro Blanco”, “Longe da Terra”, “Vazante”, “Arraia de Fogo”, “Arara Vermelha” e “O Garanhão das Praias” — estes três últimos chegarão às livrarias em novas edições em breve.

Já para o público juvenil, a Melhoramentos indica “Rosinha Minha Canoa”, “O Palácio Japonês”, “O Veleiro de Cristal” e “Coração de Vidro”. Nestas obras, Luiz Antonio Aguiar escreveu, além de pequenos ensaios, notas para ajudar os leitores a se situarem nas várias referências a artistas, filmes, música.