Confira os destaques da participação do Brasil na edição virtual da Feira do Livro de Frankfurt 2020

03/11/2020

A primeira edição virtual da Feira do Livro de Frankfurt trouxe uma abrangência ainda maior para as mesas de debates e matchmaking tão tradicionais no evento presencial. E o Brasil promoveu diversos debates enriquecedores, entre os dias 13 e 17 de outubro, por meio de ações do Brazilian Publishers — projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Confira abaixo um resumo dos encontros sobre literatura brasileira, como parte da agenda da maior feira de livros do mundo:

São Paulo Capital Mundial do Livro 2022 foi o webinar de abertura, e contou com a participação de Luiz Alvaro Salles Aguiar de Menezes, secretário executivo de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo, e Fernanda Garcia, diretora executiva da Câmara Brasileira do Livro (CBL). A conversa abordou os principais motivos pelos quais a maior cidade da América Latina merece o título da Unesco, e a importância desse reconhecimento não apenas para São Paulo, mas também para a literatura brasileira. Clique aqui para assistir o webinar completo.

No segundo dia, os ilustradores Fido Nesti e Eloar Guazzelli, juntamente com o escritor e editor Rodrigo de Faria e Silva, falaram sobre a relação entre texto e imagem nas histórias em quadrinhos e mangás, abordando as ilustrações como elemento principal em obras. Clique aqui para assistir o webinar completo.

Para os amantes de Machado de Assis, o terceiro webinar falou sobre os principais aspectos da literatura do escritor brasileiro, além dos desafios do trabalho de tradução. Entre os participantes estavam Hélio de Seixas Guimarães, professor e pesquisador especialista em Machado, e Flora Thomson-Deveaux, responsável pela recente tradução, para o inglês, de Memórias Póstumas de Brás Cubas. O bate-papo foi mediado por José Almeida Júnior, defensor público do Distrito Federal e autor de O Homem que Odiava Machado de Assis. Clique aqui para assistir o webinar completo.

No dia 16 de outubro, o tema do webinar foi sobre a parceria entre ilustrador e escritor, e como cada um desses elementos é essencial na composição de livros infantis. Participaram da conversa os escritores Tino Freitas e Eliandro Rocha, e os ilustradores Sandra Javera e Thiago Lopes. A mediação ficou por conta da publisher Isabel Lopes Coelho. Clique aqui para assistir o webinar completo.

Para fechar a programação de debates, o último webinar retratou a literatura indígena no Brasil, sua representatividade, processos de adaptação de saberes ancestrais para a escrita, além dos estudos necessários para ilustrar um livro sobre cultura indígena. Participaram da conversa o escritor referência neste tema, Daniel Munduruku, o ilustrador Maurício Negro e a atriz, escritora e diretora Rita Carelli. Clique aqui para assistir o webinar completo.

Literatura e cultura como uma coisa só!

O Brasil também esteve na programação oficial da Bookfest Digital, espaço da plataforma online da feira, que apresenta os aspectos culturais e suas conexões com a literatura, e de diversos países. 

O Brasil contou a participação de quatro renomados autores em duas mesas diferentes: Jarid Arraes e Paulo Scott falaram sobre poesia, literatura e cores, contando suas das inspirações para seus livros e de momentos marcantes em suas carreiras. Clique aqui para assistir. Já Socorro Acioli e Emilio Fraia contaram um pouco sobre seus trabalhos e sobre literatura contemporânea do país. Clique aqui para assistir.

Para fechar a participação do Brasil e de um jeito bem brasileiro, apresentamos o Caipirinha Hour, com Vitor Tavares, presidente da CBL, o escritor de gastronomia brasileira Breno Lerner e o mixologista Paulo Ravelli. Eles se reuniram para falar sobre a história da bebida ícone do país, e para ensinar a receita. Para conferir, clique aqui. 

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.