Editoras brasileiras participam da Publishers Conference, conferência da Feira Internacional de Sharjah

28/10/2021

Entre os dias 31 de outubro e dois de novembro, a International Publishers Association e Sharjah Book Authority sedia a Publishers Conference. Sete editoras brasileiras estão com presença marcada no evento, que acontece no Emirado de Sharjah.  São estas: Faro Editorial, Tabla, Editora Melhoramentos, Rua do Sabão, Girassol Brasil, Telos e Cemporcento. Cinco das casas são participantes do Brazilian Publishers – programa de internacionalização do mercado editorial brasileiro, uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, (Apex-Brasil).

A Publishers Conference é um encontro presencial, fechado, no qual editoras selecionadas pela organização são convidadas para rodadas de negócios entre os participantes, com reuniões de 30 em 30 minutos. O evento precede a Feira Internacional do Livro de Sharjah, que acontece entre os dias 3 e 13 de novembro. 

No primeiro dia, representantes de vários grupos editoriais internacionais discutem a questão da sustentabilidade no setor, inclusive a recuperação da indústria no contexto do pós-pandemia. A mesa será moderada por Karine Pansa, brasileira vice-presidente da International Publishers Association. No mesmo dia, acontecem, também, painéis sobre o mercado árabe e o mercado espanhol.

“A Feira de Sharjah é uma celebração da literatura internacional, e o Publishers Conference é uma forma de mostrar para o mundo o que o Brasil oferece, além de dialogar com o que há de novo no mercado editorial”, diz Fernanda Dantas, gerente de relações internacionais da CBL e gerente do Brazilian Publishers.

 “Estamos levando pessoas de diferentes editoras, que estão trazendo um olhar plural sobre os livros produzidos no Brasil. Além disso, eu irei representar as demais editoras do Programa que não foram ao fisicamente à confência”, conta. 

Feira de Sharjah

A Feira Internacional do Livro de Sharjah acontece posteriormente à conferência e é um dos maiores nexos do mercado editorial em todo o mundo. Em 2019, Sharjah, um dos Emirados Árabes Unidos, foi declarado Capital Mundial do Livro pela UNESCO. O evento teve sua primeira edição em 1982, por iniciativa do Sultão Muhammad Al-Qasimi. Desde então, a Feira chegou a ter milhares de editoras e milhões de visitantes.

Para saber de mais detalhes, basta acessar o site do evento.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.