Evento brasileiro discute o futuro da educação e a indústria do livro

12/01/2021

No Brasil, o setor educacional, que é responsável por R$2,85 bilhões na soma do PIB da indústria editorial, tem passado por profundas transformações. Por isso, as EdTechs –  startups da educação – querem dar respostas rápidas a essas mudanças. E esse foi tema da primeira edição do EdTech Meeting, organizado pelo Publishnews e a Posigraf.

O debate reuniu João Leal, fundador da Árvore e Mauris Henrique Poggio dos Santos, coordenador de produtos digitais da FTD Educação. Ambos conversaram com Gabriela Dias, colunista do PublishNews e especialista no tema, para debater tendências como a personalização de conteúdos e gamificação.

Durante a conversa, Mauris ressaltou que o livro físico não atende essas duas tendências, já que não é um produto adaptável, que oferece um aprendizado personalizado. Considerando que são as plataformas que precisam se adequar aos estudantes, concluiu dizendo que a estratégia da editora FTD é adaptar-se às necessidades de seus clientes. 

Com a pandemia, as escolas e empresas precisaram de agilidade para a disponibilização da plataforma de leitura digital. O resultado da empreitada foi visível: a Árvore, startup brasileira que busca transformar a educação por meio da leitura, estava presente em 500 escolas, e finalizou o ano com 1,7 milhão de alunos de três mil escolas. Já a FTP teve o número de acessos quadruplicados durante o ano de 2020. Entretanto, a conectividade e a facilidade ao acesso ainda são grandes barreiras para que os conteúdos digitais cheguem aos alunos.

Sobre o EdTech Meeting

Realizado em parceria entre o PublishNews e a Posigraf – gráfica especializada no mercado editorial, promocional e varejista – o encontro reúne profissionais para debater o futuro do setor educacional da indústria do livro. Representantes de importantes plataformas e startups de educação discutem os elos que unem tecnologia e educação. O encontro foi transmitido pelo canal do PublishNews no YouTube.