Feira do Livro Infantil de Bolonha realiza painel virtual com 31 ilustradores brasileiros

Illustrators Virtual Wall
12/05/2020

Entre os dias 4 e 7 de maio, aconteceu a edição especial e completamente digital da Feira do Livro Infantil de Bolonha. E neste ano, o painel de ilustradores, que costuma exibir o trabalho de artistas do mundo todo na entrada do evento, ganhou uma edição virtual e contou com a participação de 31 artistas brasileiros. 

Com 2500 participantes de cinco continentes e oitenta países, o painel de ilustradores da feira pode ser acessado filtrando o conteúdo por continente e país de seus autores. Através das imagens no site, é possível acessar o perfil do ilustrador que a criou contendo nome, título do trabalho e país de origem. Há, além disso, uma página dedicada ao contato para propostas de negócios ao alcance de um clique. 

Entre os brasileiros, artistas de todo o canto do país, vivendo nele ou no exterior, com carreiras distintas na área, que criam uma rica miscelânea de trabalhos. Conheça, abaixo, as histórias de cinco brasileiros contemplados nesta edição especial do evento.

Murilo Silva

Murilo é ilustrador editorial desde 1995 e nasceu no estado do Pernambuco, localizado no Nordeste do Brasil. Trabalhou em diversas editoras brasileiras ilustrando materiais didáticos e paradidáticos. Dedica-se, atualmente, a xilogravura tradicional. Recentemente “Da guerra dos mares e das areias”, publicado pela editora Quatro Cantos, com ilustrações de Murilo, recebeu o 2º lugar no prêmio Jabuti na categoria literatura infantil.

No painel o artista divulgou a obra Eu vejo coisas.

Carla Barth

Carla realiza trabalhos que vão de ilustrações à esculturas. A artista gaúcha, formada em comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e em desenho e escultura pelo Atelier Livre, do mesmo estado, traz referências do movimento surrealista francês a seus trabalhos e teve alguns deles pintados em locais como o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM). No exterior a artista participou de mostras em centros culturais e galerias nos Estados Unidos, Itália, França, Espanha, Taiwan e Colômbia. A obra apresentada foi Archetypal Mother.

Guilherme Karsten 

Guilherme nasceu no sul do Brasil e dedica-se à ilustração editorial desde que venceu um concurso nacional para novos ilustradores, em 2010, da livraria da Vila. Guilherme é ilustrador e autor de obras como “Carona”, publicado em francês, inglês, chinês e coreano e com previsão para sair no Brasil em 2020 pela editora Companhia das Letrinhas. Ele também é responsável pelo título “Aaahhh!”, publicado na língua inglesa e coreana. No ano passado, foi premiado com o BIB Plaque (placa de ouro) durante a Bienal de Ilustração de Bratislava, na Eslováquia. No painel, exibiu a obra Hunting.

Ana Carolina Paula

Do ateliê Anacardia, Ana Carolina transforma suas recordações da infância, na fazenda de seu avô, em ilustrações de bonecas como as que ela brincara naquele tempo. A arquiteta e artista também reproduz seu trabalho em bonecas de pano que fazem sucesso inclusive entre adultos. Está entre suas missões, como ela divulga em seu site, está despertar a criança que existe em cada um de nós. No evento ela publicou a imagem handmade is love.

Clara Reschke 

Clara também apresentou seu talento com uma obra que reflete as novas formas de buscar inspiração. Através de uma ilustração da Sara Amaktine, que ela conferiu no Pinterest, surgiu a ideia do trabalho exibido no painel, intitulado Jake’s play. Natural de São Paulo, Clara cursou design na Universidade Federal de Santa Catarina, onde vive hoje, e ilustra livros além dos trabalhos individuais que apresenta em eventos.

Sobre a Feira do Livro Infantil de Bolonha

O evento reúne, há 57 anos, profissionais da indústria de livros infantis promovendo negócios nessa área, na de ilustrações e na de conteúdo multimídia. Pela primeira vez, foi totalmente realizado por meio de plataformas virtuais. A feira contou com espaços para negócios, exibições, webinários, vídeos, conferências, cerimônias de premiação e book trailers — uma estratégia inovadora de divulgação de e-books através de vídeo — além da apresentação do novo blog da feira. A edição de 2021 já está confirmada para 12 de abril.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.