“O meu interesse é pelas formigas e não pelos elefantes”: Ilan Brenman fala do processo criativo que conquista crianças do mundo todo

Ilan Brenman Matéria
10/07/2020

“Eu sou um pescador do cotidiano. Eu pesco acontecimentos do meu dia-a-dia e transformo em literatura.”  A declaração é de Ilan Brenman, autor de mais de 80 títulos para crianças e adolescentes. Ilan, que já teve 40 obras traduzidas e publicadas em 17 países, é o personagem desta semana da Série Autores Brasileiros, uma iniciativa do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O escritor lançou best-sellers como o livro “Até as princesas soltam pum” (2008). Publicado no Brasil pela Brinque Book, o título é sucesso tanto em terras tupiniquins, onde vendeu mais de 300 mil unidades, quanto na França, Alemanha, Suécia, Dinamarca, Polônia, Itália, Portugal, China, Coreia do Sul, Taiwan e, principalmente, Espanha. A repercussão de 100 mil exemplares vendidos no país foi o pontapé de sua carreira internacional que começou em 2008, quando participou pela primeira vez da feira Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha.

De lá para os dias de hoje, os leitores do país basco continuam os mais ávidos fora do Brasil. As obras de Ilan já foram traduzidas para os cinco idiomas falados na Espanha: o valenciano, o catalão, o galego, o eu quer e o espanhol. Atualmente, há até mesmo uma adaptação para o teatro musical de “Até as princesas soltam pum” no país. Segundo Ilan, o sucesso da obra pode ser explicado por seu caráter universal. “O meu interesse é pelas formigas, e não pelos elefantes”, comenta e acrescenta que tratar de detalhes do cotidiano, situações e sentimentos acaba conquistando crianças, pois são temas inerentes de todo ser humano. “Eu falo da infância de minhas filhas, da minha e organizo isso de um maneira muito intuitiva. É assim que acaba saindo a história”, conta.

Ele explica ainda um pouco mais sobre outras frentes criativas. “Eu trabalho muito também com a memória coletiva, os ‘recontos’”. “Cavalo de Tróia, a Origem”, lançado no Brasil pela editora Moderna, em 2019, e com ilustrações de Raul Guridi, é um bom resultado desse processo de escrita. O livro é uma reimaginação de Ilan sobre a narrativa milenar. O insight para escrever sua história do clássico aconteceu em viagem ao Oriente Médio, durante uma visita a um sítio arqueológico.

“Tenho também outra vertente de trabalho, que eu chamo de criação pura. É você ter uma ideia e trabalhar essa ideia que vai falar de tudo o que você é, foi e pode vir a ser”, explica. Ilan conta que muitos desses insights costumam aparecer em conversas com suas filhas. O autor é pai de duas meninas adolescentes.

O livro “Refugiados” (2019), lançado no Brasil pela editora Moderna, é um bom exemplo de narrativa que surgiu dessa vertente criativa. O título relata o deslocamento de famílias de diferentes tempos e espaços e conta com as belas ilustrações de Guilherme Karsten. “Refugiados” é outra obra do escritor lançado no mercado internacional: já está nas prateleiras da Bélgica e da Itália.

Além das inspirações cotidianas e históricas, o autor também tem como referência grandes nomes da literatura brasileira e internacional. Ilan cita os escritores ingleses Roald Dahl e Tony Ross, e as brasileiras Eva Furnari, Ruth Rocha, Ana Maria Machado e Mirna Pinski.

Prêmios e carreira

Mesmo com carreira internacional de sucesso, Ilan tem ainda dois desejos: o de publicar um livro no mercado norte-americano e em Israel. O motivo de querer ter seu trabalho traduzido para o hebraico é sentimental: naturalizado brasileiro, Ilan nasceu em Israel e veio para o Brasil com seis anos. O escritor é filho de argentinos e neto de poloneses e russos.

Formado em psicologia pela Pontifícia Universidade de São Paulo, começou a desbravar a literatura em 1992, quando ainda trabalhava com estagiário em projeto de educação não-formal contando histórias para crianças. A área da educação é de interesse do autor, que tem mestrado e doutorado sobre a temática na Universidade de São Paulo.

Ilan é ganhador de algumas edições do Prêmio da Fundação Nacional do Livro, além de figurar na lista dos 30 Melhores Livros Infantis do ano da Revista Crescer diversas vezes. Em 2012, Ilan foi ainda selecionado para o catálogo do evento alemão White Ravens, pelo livro “O Alvo”, da Editora Ática.

Sobre a Série: Autores Brasileiros

Em busca de incentivar o conhecimento sobre a literatura contemporânea brasileira, o Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), criou a série “Autores Brasileiros”, que traz informações sobre escritores nacionais da atualidade.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.