Livros de Itamar Vieira Junior e Carla Madeira são os campeões entre os títulos brasileiros de ficção mais vendidos em 2022

15/06/2022

Sucesso de vendas absoluto, “Torto” Arado” encabeça novamente a mais recente lista dos livros brasileiros mais vendidos da categoria obras de ficção em 2022, publicada pela Nielsen-PublishNews no dia 24 de abril. O título de Itamar Vieira Junior é um fenômeno e ocupa o primeiro lugar em todos os rankings das dez listas divulgadas em 2021 e nas três de 2022.

A obra foi originalmente publicada pela editora Todavia em 2018 e venceu o Prêmio Jabuti 2020. O romance também teve grande repercussão internacional, tendo sido traduzido para vários idiomas e publicado em diversos países pelo globo. Sua trama baseia-se na realidade do sertão baiano e relata a trajetória de duas irmãs que têm a vida interligada por uma tragédia. 

Além de Itamar, a escritora Carla Madeira também teve duas de suas obras figurando na lista mais recente de mais vendidos. “Tudo é Rio”, publicada pela editora Record, ocupa a segunda posição dos vinte títulos mais lidos. A obra narra a história do casal Dalva e Venâncio, que tem a vida transformada após uma perda oriunda do ciúme excessivo do companheiro, e de Lucy, a prostituta mais conhecida da cidade, que forma um triângulo amoroso com os protagonistas. Já a obra “Véspera”, da mesma autora, e também publicada pela Record, ocupa o 11º lugar. A trama gira em torno de uma mulher destroçada por um casamento marcado pelo desamor, que em um momento de descontrole abandona seu filho e, imediatamente arrependida, volta para o lugar onde o deixou e não encontra quaisquer vestígios de sua presença.

Já o livro “Conectadas”, de Clara Alves, lançado pela editora Seguinte em 2019, alcançou o terceiro lugar na lista. O título conta a história de uma personagem gamer e aborda o universo LGBTQIA +, com foco no relacionamento feminino. Em seguida, a versão comemorativa do conhecido “Quarto de Despejo”, de Carolina Maria de Jesus, ocupou a quarta posição no ranking de vendas. O sucesso publicado pela editora Ática tem como origem o diário da vida da autora, que é ex-catadora de papel, e relata a dura realidade da favela do Canindé, em São Paulo.

O “Avesso da Pele”, vencedor do Prêmio Jabuti 2021, também se saiu muito bem nas vendas desde seu lançamento pela Companhia das Letras em 2020 e encabeçou a quinta posição de títulos mais vendidos. O autor, Jeferson Tenório, é considerado uma das grandes vozes da literatura brasileira contemporânea.

Entre os autores mais lidos do ano na categoria ficção se sobressaem, ainda, o escritor Pedro Rhuas, com o romance “Enquanto eu não te encontro”, da editora Seguinte; Raphael Montes, com o suspense “Jantar Secreto”, publicado pela Companhia das Letras, e Giulianna Domingues, com “Luzes do Norte” da editora Galera Record. Na lista se destacam, ainda, os infantis, como a trilogia “As Aventuras de Mike”, de Gabriel Dearo e Manu Digilio, “Amoras” e “E foi assim que eu e a escuridão ficamos amigas”, ambos de Emicida e Aldo Fabrini. Os títulos destinados aos pequenos leitores, como “Quem soltou o pum?”, de Blandina Franco, e “A cesta de Dona Maricota”, de Tatiana Belinky, também estão entre os mais vendidos.

Também há clássicos da literatura brasileira entre os destaques, como a edição comemorativa de “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector,  “O meu pé de laranja lima”, de José Mauro de Vasconcelos, “Prisioneiros da Mente”, de Augusto Cury, e “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos.

Sobre o ranking da Nielsen PublishNews

O ranking de livros mais vendidos é elaborado a partir da soma das vendas de livrarias selecionadas, portanto é uma amostra e não o universo da venda de livros no Brasil. Nele, é possível verificar as obras mais populares de forma geral ou de acordo com o gênero (ficção, não ficção, autoajuda, infantojuvenil e negócios), além de selecionar o período por semana, mês ou ano.

Para acessar os rankings das obras mais vendidas e conferir os livros que estrelam nas outras categorias, basta clicar aqui.