Mercado editorial brasileiro lança campanha #TudoComeçaNaLivraria

17/11/2020

O movimento Tudo Começa na Livraria nasceu com o objetivo de reforçar a importâncias das livrarias físicas como ponto de conexão entre livreiros, autores, editores, distribuidores e leitores. A campanha tem o apoio da Câmara Brasileira do Livro (CBL), da Associação Nacional de Livrarias (ANL) e do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL).  

“A livraria é o lugar de encontro entre o leitor e o livro, onde se fortalece essa conexão. Também é o espaço de prazer e de conhecimento, de troca de experiências, de lazer. É onde se vivem sonhos. A livraria física é fundamental na formação dos leitores e onde surgem muitas histórias de livros e livreiros”, ressalta Vitor Tavares, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL).

A iniciativa brasileira foi inspirada em um movimento global que começou na Espanha para atrair visitantes às livrarias e espaços culturais. No Brasil, a ideia surgiu no encontro entre Vitor Tavares (Livraria Loyola), Rui Campos (Livraria Travessa), Alexandre Martins Fontes (Livraria Martins Fontes), Marcus Teles (Livraria Leitura) e Samuel Seibel (Livraria da Vila). Juntos, eles comandam 120 lojas, e logo grandes editoras brasileiras também aderiram à causa.

“Mesmo compensando vendas pela internet, as editoras sentiram o baque principalmente nos resultados dos lançamentos de 2020, bem abaixo do esperado. Sem as livrarias, não houve a arte do encontro com os novos livros”, finaliza Alexandre Martins Fontes, diretor-executivo da Editora WMF Martins Fontes.

Para participar, leitores de todo o país compartilhar suas experiências e vivências nas livrarias usando as redes sociais em posts com a hashtag #tudocomeçanalivraria.