Obra brasileira ganha prêmio internacional de tradução

19/07/2021

Recentemente, a PEN Inglesa divulgou mais uma lista de títulos selecionados para o PEN Translates, e entre eles, está a obra “A Falência“, da escritora brasileira Júlia Lopes de Almeida, publicada pela Companhia das Letras, e traduzida para o inglês pela brasileira Cintia Kozonoi Vezzani em parceria com Jason Rhys Parry

A Companhia das Letras é uma das editoras que fazem parte do Brazilian Publishers – projeto setorial realizado por meio de uma parceria da Câmara Brasileira do Livro (CBL) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O livro “A Falência” oferece um panorama da economia cafeeira no final do século XIX, contando a história de Francisco Teodoro, um português que enriqueceu com o comércio do café quando esse mercado estava em expansão e que se casa com Camila, uma mulher de origem pobre, ambos em busca de um relacionamento estável.

A história se desenvolve no armazém de café de Francisco que sustentava toda a família, até que numa reviravolta, vai à falência, o que motiva o suicídio de Francisco, deixando Camila e os quatro filhos que tiveram juntos, em uma difícil situação social, tendo que lidar com a nova realidade.

Os selecionados pelo PEN Translates recebem o valor de 2.750 libras em bolsas de tradução. Ao todo, o prêmio consagrou 12 livros de 11 países, como Canadá, China, Equador, Reino Unido, Dinamarca, Irlanda, Japão, Iêmen e Polônia.

Sobre a escritora Júlia Lopes de Almeida

Júlia Valentim da Silveira Lopes de Almeida nasceu no dia 24 de setembro de 1862, no Rio de Janeiro, e morreu na mesma cidade, no dia 30 de maio de 1934. Além de escritora, era  dramaturga, jornalista e cronista. Ela está entre os ícones do modernismo brasileiro e suas obras são marcadas pela crítica à sociedade brasileira e a discriminação com as mulheres. Suas personagens são mulheres que superam muitas adversidades. 

Júlia escreveu e publicou dezenas de volumes entre romances, contos, narrativas, literatura infantil, crônicas e artigos. Entre seus livros se destacam: A Intrusa, A Isca e a Viúva Simões. Ela também publicou textos para veículos de imprensa como Tribuna Liberal, A Semana, O País, Gazeta de Notícias, Jornal do Comércio, Ilustração Brasileira, entre outros.


Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.