Prêmio Jabuti 2020: Lorde vence na categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior 

27/11/2020

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou ontem, dia 26 de novembro, os vencedores do 62º Prêmio Jabuti. Pela primeira vez em formato totalmente digital, a premiação mais importante do livro brasileiro contemplou obras em 20 categorias divididas em 4 eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. A jornalista Maria Júlia Coutinho foi a mestre de cerimônias do evento.

Na categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior, que recebe o apoio do Brazilian Publishers, levou a estatueta a obra Lorde, do escritor João Gilberto Noll. O livro foi publicado nos Estados Unidos pela Two Lines Press.

A autora Cida Pedrosa, com a obra Solo para Vialejo foi a grande vencedora do Livro do Ano de 2020 e, além da estatueta, receberá o prêmio de R$ 100 mil. Cida nasceu no estado de Pernambuco e tem 10 livros de poemas publicados. Além da obra vencedora do Jabuti, Cida também escreveu Claranã (2015) e As filhas de Lilith (2009). Ela ainda ainda tem participação em antologias de poemas e contos no Brasil e exterior.

Entre outros vencedores estão também Itamar Vieira Junior, com a obra Torto Arado (Todavia), Laurentino Gomes, com Escravidão: do primeiro leilão de cativos em Portugal até a morte de Zumbi dos Palmares: Volume 1 (Globo Livros) e Nélida Piñon com Uma furtiva lágrima (Record). Para conferir a lista completa dos premiados, clique aqui.

“É uma alegria poder celebrarmos os livros, todos os profissionais que fazem parte de uma cadeia tão produtiva e criativa e, claro, todos os leitores. Juntos, escrevemos mais um capítulo memorável na história do Jabuti, do mercado editorial e da leitura no país”, comenta Vitor Tavares, presidente da CBL. 

A escritora brasileira Adélia Prado foi homenageada como Personalidade Literária da edição 2020, e a atriz Mariana Ximenez recitou trechos dos poemas de Adélia, considerada também uma das mais importantes poetisas nacionais. A 62º edição do Prêmio Jabuti foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da CBL. Veja e reveja a cerimônia clicando aqui.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.