Série autores brasileiros: especial Clube de Leitura ODS em Língua Portuguesa — Pri Ferrari

03/06/2022

Pri Ferrari é uma autora, ilustradora e publicitária paulistana. Ela é também o destaque desta edição da “Série Autores Brasileiros: especial Clube de Leitura ODS” – projeto apoiado pelo Brazilian Publishers – uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

A escritora teve duas obras selecionadas para figurar no catálogo do Clube de Leitura ODS em Língua Portuguesa – Capítulo Brasil, da Organização das Nações Unidas (ONU). Os livros “Coisa de Menina” e “Coisa de Menino”, ambos publicados pela Companhia das Letrinhas, em 2016, constam na categoria 5 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU: Igualdade de Gênero. Os títulos têm como objetivo mostrar que toda criança pode ser e brincar com o que quiser, sem se preocupar com estereótipos.

Ao criar as obras, Pri quis contar histórias e apoiar projetos de impacto positivo para a sociedade: “Faz bastante tempo que eu tive a ideia, foram uns belos anos até eu ter coragem, o emocional e a logística de pôr a mão na massa. Acredito que precisamos de livros e materiais de incentivo que facilitem a educação infantil. Precisamos rodear cada vez mais crianças com exemplos de protagonistas mulheres, protagonistas negros. Referência é muito importante para criarmos laço, afeição e respeito”, cita a autora orgulhosa de seus trabalhos.

Em “Coisa de Menina”, Pri discorre sobre o conceito do que é, afinal, coisa de menina. O livro procura mostrar, ainda na infância, que não existe regra e que todo mundo pode tudo: tem menino que gosta de brincar de casinha, tem menina que gosta de construir foguete. O título questiona o porquê de certos padrões de comportamento e é para todos aqueles que acreditam na liberdade como a melhor escolha ― e que têm certeza que meninas fizeram, fazem e farão muito mais.

Já em “Coisa de Menino” a autora se pauta no mesmo princípio de sua primeira obra, questionando o que seria coisa de menino. O título nos lembra que tem menino que deseja ser super-herói, jogador de futebol e astronauta, e outros que sonham em ser estrelas do rock e viajar o mundo cantando para multidões. Mas todos eles também podem querer brincar de boneca, cozinhar receitas gostosas e fazer aulas de dança. Muitos meninos crescem ouvindo que não podem agir e sentir da mesma forma que meninas e o livro nos mostra que as coisas não têm que ser assim. A obra é para todos aqueles que acreditam que o importante é ter liberdade para fazer da vida o que se bem entender.

O Clube de Leitura ODS em Língua Portuguesa selecionou 176 títulos nacionais e publicados em português, que englobam os 17 ODS da Agenda 2030 da ONU. Os livros listados no catálogo são destinados ao público infanto-juvenil e têm como objetivo divulgar obras literárias que incentivem reflexões sobre os temas abordados nos ODS. Além disso, o material também é uma ferramenta de apoio aos professores para introduzir e ensinar esses temas aos alunos.

Sobre a Série Autores Brasileiros

Em busca de incentivar o conhecimento sobre a literatura contemporânea brasileira, o Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), criou a série “Autores Brasileiros”, que traz informações sobre escritores nacionais da atualidade.

Sobre o Clube de Leitura ODS

É um projeto criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o apoio da Associação Internacional de Editores (IPA), e está relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização (ODS). Seu objetivo é usar livros como ferramenta que incentiva crianças entre 6 e 12 anos a interagirem com os princípios dos ODS. Como? Por meio da divulgação de uma lista de obras de várias partes do mundo e que abordam temas ligados aos ODS.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.