Sesc Avenida Paulista recebe exposição internacional sobre bibliotecas

18/12/2018

Inspirada no livro homônimo do escritor argentino Alberto Manguel, a exposição “Biblioteca À Noite” acontece em São Paulo até 10 de fevereiro no Sesc Avenida Paulista. A obra apresenta reflexões que fundamentam a existência das bibliotecas. Na exposição, os visitantes vivem uma experiência cenográfica e virtual seguindo um roteiro de 10 bibliotecas, reais ou imaginárias. A mostra foi concebida pelo diretor canadense Robert Lepage, Alberto Manguel e a Companhia Ex Machina –  grupo de produção multidisciplinar que realiza espetáculos teatrais, óperas, vídeos, filmes e projetos expositivos. O trabalho tem o apoio do Institut Français e Embaixada da França, do Consulado Geral do Canadá e do Escritório de Quebec.

Em nota divulgada à imprensa, o Sesc explica que a mostra “É um convite a uma viagem de Sarajevo até a Cidade do México, passando pela mítica biblioteca de Alexandria até o fundo dos mares a bordo do Nautilus, das “Vinte Mil Léguas Submarinas”, de Júlio Verne”.

O primeiro espaço da exposição é uma reprodução da biblioteca francesa do próprio Alberto Manguel, permitindo que o público adentre em seu universo enquanto se aclimata à relativa escuridão que caracteriza a mostra. Chamada de “A Floresta”, a segunda sala é o coração da experiência imersiva. Ao percorrer o local repleto de árvores, o visitante contrasta o espaço com a ordem e o rigor que, em geral, caracterizam as bibliotecas. Por meio de óculos de vídeo tridimensional, o público é transportado para uma realidade virtual.

Para participar da exposição, é necessário agendar a visita pela internet aqui.

Alberto Manguel

Nascido em Buenos Aires no ano de 1948, o escritor Alberto Manguel viveu em Israel e no Taiti até se mudar para Toronto nos anos 1980, onde se tornou cidadão canadense. Manguel foi diretor da Biblioteca Nacional da Argentina, cargo ocupado anteriormente por Jorge Luis Borges.

Robert Lepage

Robert Lepage é artista multimídia e encenador premiado, fundador da Ex Machina. Com a companhia, concebeu a exposição “A Biblioteca à Noite” em 2016, para celebrar o 10º aniversário da Biblioteca e Arquivos Nacionais de Quebec em janeiro de 2016. Em 2017, o trabalho é exibido na Biblioteca Nacional da França. Agora a exposição chega ao Brasil.