Yoga cristã e espiritualidade de Santo Inácio de Loyola

Autor: Editora: Segmento: , , , Número de páginas: 208 Sobre a editora: De inspiração cristã, Edições Loyola está aberta a todos os horizontes de pensamento e ramos do saber e tem como maior objetivo o desenvolvimento integral do ser humano. Fundada pelos jesuítas há mais de 60 anos, promove, por meio de suas publicações, os valores cristãos e humanos – combinando fé, cultura e justiça –, a fim de propagar o Bem o mais amplamente possível. Atua como editora de livros e revistas e também como gráfica, que atende às demandas internas e externas. Com qualidade, preço compatível e acessível, distribuição e entrega eficientes e excelência no atendimento, permite que todas as pessoas tenham acesso a seus trabalhos editoriais e gráficos. Suas publicações abrangem diversas áreas: Bíblia, Teologia, Espiritualidade, Filosofia, Bioética (no Brasil, é pioneira nesse campo), Educação, Sociologia, Política, Ecologia, Psicologia, Comunicação, Literatura e História. Alguns desses catálogos despontam entre os melhores do país, segundo seus clientes, leitores e especialistas: excelentes traduções, conteúdos originais e relevantes. A qualidade de seus produtos vai além de seu conteúdo. Por contar com parque gráfico próprio, oferece livros com impressão e acabamento em padrões reconhecidos e desejados. Destacam-se no catálogo de Edições Loyola obras de grande valor cultural, como a Suma Teológica, de Santo Tomás de Aquino (edição bilíngue); a monumental Obra Completa de Padre António Vieira, em 30 volumes; o Dicionário de Filosofia, em quatro volumes, de José Ferrater Mora; e os premiados O Deus dos indo-europeus – Zeus e a protorreligião dos indo-europeus (Prêmio Jabuti 2000) e Deus analisado – os católicos e Freud (Prêmio Jabuti 2015). Contato: ISBN: 9788515033133 COMENTÁRIO DA CARTA AOS BISPOS DA IGREJA CATÓLICA SOBRE ALGUNS ASPECTOS DA MEDITAÇÃO CRISTÃ O Papa Bento XVI emitiu um documento intitulado “Alguns Aspectos da Meditação Cristã. Carta aos bispos da Igreja Católica”, sobre a oração, meditação e contemplação, que usamos para introduzir a yoga cristã. O documento axamina a questão da oração e do recolhimento que, na prática, se entrelaçam maravilhosamente. Estudamos profundamente o documento que, embora seja o princípio de uma orientação sobre fé, tornou-se um admirável tratado sobre oração: a forma mais elevada da meditação é a oração e contemplação. Para que seja feita adequadamente, exige recolhimento e solidão. Em seu tratado, o Papa Bento XVI, então Cardeal Ratzinger, examinou a situação de quem ora. Uma pessoa sujeita a todos os perigos deste mundo confuso, que vive a nossa condição humana, deve lembrar que são os “cinco sentidos” que, sobretudo, orientam a sua vida. Comparamos as instruções contidas no documento com o conteúdo do nosso livro. Não percebemos nada que fosse contrário aos ensinamentos e orientações do então prefeito da Congregação para a doutrina da Fé. Joseph cardeal Ratzinger, Papa Bento XVI. Fizemos também tudo que pudemos para respeitar os ensinamentos de Santo Inácio e desejamos seguir fielmente as orientações de nosso amado Papa Bento XVI.